Home Política Brasil Boletim CSDP: Comunidade da Mimosa (Maio/2020)
Brasil - Política - 8 de junho de 2020

Boletim CSDP: Comunidade da Mimosa (Maio/2020)

A Liga Popular (LP) informa seu balanço mensal das atividades dos Comitês Sanitários de Defesa Popular em Maio, frente ao avanço da crise do capitalismo, do fascismo perpretado pelas classes dominantes em sua ânsia de contrarrevolução, em meio à pandemia do Novo Corona Vírus.

Os CSDPs cumprem não só uma função momentânea frente a crise aguda que vivemos, como também a tarefa de acumular funções e pessoas ativas para que os comitês se transformem, gradualmente, em órgãos de poder político, de Novo Poder.

No início de maio, os militantes da LP conformaram o CSDP da Comunidade da Mimosa, localizados na Zona Norte da cidade de São Paulo, com duas ações no mês. A primeira foi a entrega de cestas básicas e kits de higiene, e a segunda uma distribuição de roupas e máscaras devido à estação de inverno que se aproxima tanto na comunidade quanto em um albergue nas redondezas.

Os militantes arrecadaram roupas masculinas e femininas, adultas e infantis, todas já higienizadas, além de máscaras artesanais feitas e doadas por uma residente do bairro em torno (Jardim Modelo, região do Jaçanã).

Inclusive, uma das moradoras que é gestante perguntou sobre a disponibilidade de roupas de recém-nascidos, pois somente possuía o berço até o momento. Com isso, os militantes montaram um kit especial para suprir esta necessidade.

Assim como na primeira ação dos militantes, há de se ressaltar a consciência e a solidariedade por parte dos moradores da comunidade: os mesmos pegaram apenas o necessário para si próprios e seus familiares e orientaram os representantes da Liga à destinar as peças restantes a um albergue adulto nas redondezas.

Além disso, na zona sul da cidade, outros militantes estão unindo forças com as massas locais para o início de novo um novo Comitê.

Tão importante quanto as ações dos militantes é a aplicação da linha de massas, enfatizamos, de modo que os comitês sejam conduzidos da justa maneira.

Concluímos reforçando, além disso, a necessidade da solidariedade cada vez maior entre a imprensa popular e entre os democratas e revolucionários brasileiros: até a vitória!