Em recente vídeo postado em seu canal no Youtube, a Rádio Jovem Pan demoniza os atos da justa revolta dos servidores de São Paulo contra os corruptos e seus carrascos que aprovaram a Reforma da Previdência nesta terça. Os radialistas, como papagaios, repetem diariamente a ideologia dominante e, entre um e outro, só diferem na forma e na proporção que o fazem.

Chega a ser cômico assistir a alguns minutos do vídeo, em que eles tentam distorcer a realidade, fazendo papel de ridículo. Mais irônico é quando mostram trechos do vídeo do confronto da PM com os servidores, onde é possível ver de modo claro: não há nenhum “encapuzado com pedaço de madeira na mão”.

Esse é um exemplo da ideologia que os jornalistas burgueses usam pra enganar o povo e que a cada dia vai ficando mais decadente e desacreditada. Datena da Band, por exemplo, já passou vergonha em rede nacional condenando protestos violentos em 2013.

Conforme o tempo passa e Bolsonaro tem tempo para destruir mais ainda o país e a vida do povo, seus apoiadores vão diminuindo e o ódio de classe das massas vai aumentando, enquanto a mídia que o apoia se desespera.

O certo é que a história não perdoa – será sempre lembrado que a Globo e o Estadão apoiaram o regime militar assassino no Brasil. Assim funciona a mídia dos burgueses: não temem ditaduras; quando elas surgem, as apoiam, pois os interesses econômicos vêm na frente dos humanitários.

No entanto, acabarão no lixão da história e a Jovem Pan também terá sangue nas mãos, pois nada no mesmo mar de dinheiro sujo dos Marinhos, Mesquitas, Civitas e todos as famílias donas da mídia desta semicolônia.

Check Also

Liga Popular: Formação do Comitê Sanitário Popular da Comunidade da Mimosa (SP)

Em busca de ajudar o povo a organizar-se, a criação de comitês populares sanitários faz-se…